CRONOGRAMA DE ESTUDOS GEPPEF 2º SEMESTRE 2018

As reuniões de estudos realizadas pelo GEPPEF são abertas ao público em geral e tem por objetivo a discussão de textos que subsidiam pesquisadores, alunos, docentes e interessados pela temática da formação de professores em suas atividades de estudo, trabalho e pesquisa. 

Estas reuniões são mensais e as datas e locais são definidas pelo próprio grupo e divulgadas neste espaço

Aos interessados, segue cronograma de estudos:

-----------------------------------------------------------------------------------

Data: 20/06/2018, as 8h30min;
Local: Sala de videoconferência, Bloco D – UEMS/Dourados, piso superior;
Textos para estudo:

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Considerações sobre a legislação de estágio no Brasil. In: PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena (Org.). Estágio e Docência. 7ª ed.São Paulo: Cortez, 2012, p.83-92.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio: diferentes concepções. In: PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena (Org.). Estágio e Docência. 7ª ed.São Paulo: Cortez, 2012, p.33-57.

-----------------------------------------------------------------------------------

Data: 15/08/2018, as 8h30min;
Local: Sala de videoconferência, Bloco D – UEMS/Dourados, piso superior;
Textos para estudo:

SILVESTRE, Magali Aparecida. Prática de Ensino e Estágios Supervisionados: da observação de modelos à aprendizagem da docência. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 11, n. 34, p. 835-861, set./dez. 2011. Disponível em: < https://periodicos.pucpr.br/…/dialog…/article/view/4504/4438>. Acesso em: 27 fev. 2018.

DIAS-DA-SILVA, Maria Helena G. Frem. Política de formação de professores no Brasil: as ciladas da reestruturação das licenciaturas. Perspectiva, Florianópolis, v. 23, n. 02, p. 381-406, jul./dez. 2005. Disponível em: <http://www.ced.ufsc.br/nucleos/nup/perspectiva.html>. Acesso em: 27 fev. 2018.

-----------------------------------------------------------------------------------

Data: 29/08/2018, as 8h30min;
Local: Sala de videoconferência, Bloco D – UEMS/Dourados, piso superior;
Textos para estudo:

CUNHA, Maria Isabel. O tema formação de professores: trajetórias e tendências do campo na pesquisa e na ação. Educação e Pesquisa. v. 39, n. 3, p. 609-625, jul.-set. 2013. Disponível em:< http://www.scielo.br/pdf/ep/2013nahead/aop1096.pdf>. Acesso em: 07 jun. 2018.

SOUZA, Ester Maria de Figueiredo; MARTINS, Angela Maria Gusmão Santos. Estágio Supervisionado Nos Cursos De Licenciatura: Pesquisa, Extensão e Docência. Práxis Educacional. Vitória da Conquista v. 8, n. 13, p. 143-156, jul./dez. 2012. Disponível em: <http://periodicos.uesb.br/…/prax…/article/viewFile/1584/1456>. Acesso em: 20 fev. 2018.

-----------------------------------------------------------------------------------

Participem!!!

Cronograma de estudos GEPPEF - 2017

As reuniões de estudos realizadas pelo GEPPEF são abertas ao público em geral e tem por objetivo a discussão de textos que subsidiam pesquisadores, alunos, docentes e interessados pela temática da formação de professores em suas atividades de estudo, trabalho e pesquisa.  

Estas reuniões são mensais e as datas e locais são definidas pelo próprio grupo e divulgadas neste espaço. 

TEXTO 1. GATTI, B. A. Licenciaturas: crise sem mudança? (p. 485 – 508). In: DALBEN, Ângela Imaculada Loureiro de Freitas et al. (org.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. 818 p. – (Trabalhos selecionados do XV ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino realizado na UFMG, no período de 20 a 23 de abril de 2010). LINK 

DATA:  10/3/2017 (sexta-feira) - 15:30 às 18:30

Local: Sala 02 - FAED - UFGD

 

TEXTO 2. ARANHA, Antônia Vitória Soares; SOUZA, João Valdir Alves de. As licenciaturas na atualidade: nova crise? Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 50, p. 69-86, out./dez. 2013. Editora UFPR.

DATA:  07/04/2017 (sexta-feira) - 15:00 às 18:00

Local: LALIC - UEMS - Bloco B

 

TEXTO 3. DINIZ-PEREIRA, Júlio Emílio. A situação atual dos cursos de licenciatura no Brasil frente à hegemonia da educação mercantil e empresarial. Revista Eletrônica de Educação, v. 9, n. 3, 2015.

DATA:  12/5/2017 (sexta-feira) - 8:00 às 11:00

Local: LALIC - UEMS - Bloco B 

 

TEXTO 4. ROMANOWSKI, Joana Paulin; MARTINS, Pura Lucia Oliver. Situação atual das licenciaturas: o que indicam as pesquisas a partir de 2000 (p. 509 – 526) In: DALBEN, Ângela Imaculada Loureiro de Freitas et al. (org.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. 818p. – (Trabalhos selecionados do XV ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino realizado na UFMG, no período de 20 a 23 de abril de 2010).

   

TEXTO 5. DINIZ-PEREIRA, Júlio Emílio; AMARAL, Fernanda Vasconcelos. Convergências e tensões nas pesquisas e nos debates sobre as licenciaturas no Brasil (p. 527- 550). In: DALBEN, Ângela Imaculada Loureiro de Freitas et al. (org.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. 818p. – (Trabalhos selecionados do XV ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino realizado na UFMG, no período de 20 a 23 de abril de 2010).

  

TEXTO 6. MINDAL, Clara Brener; GUÉRIOS, Ettiène Cordeiro. Formação de professores em instituições públicas de ensino superior no Brasil: diversidade de problemas, impasses, dilemas e pontos de tensão. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 50, p. 21-33, out./dez. 2013. Editora UFPR.

  

TEXTO 7. GATTI, Bernardete Angelina. A formação inicial de professores para a Educação Básica: as licenciaturas. Revista USP, São Paulo, n. 100, p. 33-46, dezembro/janeiro/fevereiro, 2013-2014.

  

TEXTO 8. GATTI, B.A. Formação de professores no Brasil: características e problemas. Educ. Soc., Campinas, v. 31, n. 113, p. 1355-1379, out./dez. 2010.

  

TEXTO 9. AMARAL, Ana Lúcia. Significados e contradições nos processos de formação de professores (p. 24 – 46). In: DALBEN, Ângela Imaculada Loureiro de Freitas et al. (org.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. 818p. – (Trabalhos selecionados do XV ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino realizado na UFMG, no período de 20 a 23 de abril de 2010).

 

TEXTO 10. GATTI, B.A. Formação inicial de professores para a Educação Básica: pesquisas e políticas educacionais. Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 25, n. 57, p. 24-54, jan/abr. 2014.

  

TEXTO 11. GATTI, Bernadete A.; BARRETO, Elba S. de Sá. A formação inicial para a docência: licenciaturas presenciais (p. 55-88). In: GATTI, Bernadete A.; BARRETO, Elba S. de Sá. Professores do Brasil: Impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

  

TEXTO 12. GATTI, Bernadete A.; BARRETO, Elba S. de Sá. Os currículos das instituições que formam os docentes do Ensino Fundamental (p. 117-156). In: GATTI, Bernadete A.; BARRETO, Elba S. de Sá. Professores do Brasil: Impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

  

TEXTO 13. GATTI, Bernardete Angelina; BARRETO, Elba Siqueira de Sá; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo de Afonso. As políticas de formação inicial de professores. In: GATTI, Bernardete Angelina; BARRETO, Elba Siqueira de Sá; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo de Afonso. Políticas docentes no Brasil: um estado da arte. Brasília: UNESCO, 2011.

  

TEXTO 14. DINIZ-PEREIRA, Júlio Emílio. A construção do campo da pesquisa sobre formação de professores. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 22, n. 40, p. 145-154, jul./dez. 2013.

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
  • w-youtube